Programa de aprofundamento em atenção plena e compaixão

SEMANA 3

 

"Ame todos os dias, todos os minutos. Não limite a prática da bondade amorosa apenas aos momentos em que você está sentado quieto. Assuma o grande risco de amar a vida em todos os momentos " - Shaila Catherine

Nesta terceira semana de curso, vamos entender um pouco mais sobre como as práticas de metta, ou bondade amorosa, são estruturadas. O texto de Shaila Catherine explica isso, além de ser uma fonte imensa de inspiração para levarmos a bondade amorosa conosco, para todos os momentos que nos lembrarmos dela.

Para isso, também vamos começar a fazer a prática informal da bondade amorosa em três momentos do dia.

 

Como novas práticas formais, temos três meditações inspiradas no trabalho de Kristin Neff, uma das mais famosas especialistas em auto-compaixão da atualidade.

Boa prática!

1. Prática principal

  • Link para escutar todas as meditações guiadas do primeiro curso: www.semeandopaz.com/audio

  • Link para escutar todas as novas meditações guiadas do segundo curso: www.semeandopaz.com/compaixaoaudio

  • Praticar as novas meditações, pelo menos uma vez cada. Nos outros dias, praticar a respiração ou algumas das práticas antigas de auto-compaixão ou bondade amorosa.

 

2.  Prática informal

Pausas da bondade

Em três momentos aleatórios do dia (você pode colocar o alarme para tocar para se lembrar), pare e faça uma mini-prática da bondade amorosa. Coloque a mão em seu coração e repita: 'Que eu seja feliz, que eu seja saudável, que eu viva em paz'. Sinta o sentido e o sentimento dessas palavras ecoando em todo seu corpo. Depois, envie para o mundo todo: 'Que todos os seres sejam felizes, que todos os seres sejam saudáveis, que todos os serem vivam em paz'.

Você pode também usar outras frases, como: que eu viva com segurança, que eu seja amado, que eu seja livre do estresse, que eu seja livre do sofrimento físico e mental, que eu seja mais bondoso comigo mesmo, que eu seja mais calmo. Simplesmente, escolha três, as que fazem mais sentido para você. O que você desejar para você, você deseja para o mundo.

3. Leitura da semana

Como Cultivar a bondade amorosa

Por Shaila Catherine 

 

Para cultivar a bondade amorosa, nós nos sentamos em silêncio. Comece sentindo seus pés no chão, o contato com a almofada ou a cadeira. Sinta sua coluna ereta. Deixe que sua postura seja alerta, mas sem excesso de tensão. Gentilmente, feche seus olhos, ou deixe os semi-abertos, focados em um ponto no chão. Faça algumas respirações profundas, sentindo seu corpo sentado, deixando que os pensamentos sobre o passado e o futuro passem. Deixe que a respiração se mova pelo centro do seu coração, te aquecendo, te nutrindo, gentilmente te enchendo com uma sensação de bem-estar.

Nós começamos a prática da bondade amorosa com a habilidade de gerarmos esse sentimento para nós mesmos. Entre em sintonia com você mesmo, com um sentido daquilo que existe melhor em você. Pense em aspectos de você mesmo que você gosta e respeita. Imagine uma situação em que você ajudou os outros, uma memória de quando você agiu com um coração que se preocupa, que cuida. Permita-se alegrar-se com suas próprias virtudes e comece a repetir as frases, de 3 a 4 frases, que fazem sentido para você. E direcione a sensação de bem-estar, e de desejar o bem, para você mesmo. Nós usamos nós mesmos como um exemplo, pois sabemos que queremos ser felizes e que não queremos sofrer.

  • Que eu viva com segurança

  • Que eu seja feliz

  • Que eu seja saudável

  • Que eu viva em paz

 

Depois de algum tempo (cerca de 15 minutos), traga à mente uma pessoa que você tem sentimentos de cuidado. Alguém por quem você sente gratidão, que você respeita, talvez alguém que já te ajudou, ou um amigo querido. Escolha alguém em que você várias qualidades virtuosas, que você admira. Comece a repetir frases da bondade amorosa para essa pessoa (mais 10 ou 15 minutos).

'Que você seja protegido do perigo interno e externo. Que você seja feliz e pacífico em sua mente. Que você tenha um corpo forte, cheio de vitalidade e saúde. Que você tenha uma vida com bem-estar em termos sociais e materiais'.

 

Deixe que o sentido das palavras penetre profundamente em sua consciência. Contemple a possibilidade de enviar desejos verdadeiros e bons. Você pode continuar a enviar a bondade amorosa para você e essa primeira pessoa juntos, por algum tempo, permitindo que a estabilidade da mente se aprofunde.

Quando a bondade amorosa se torna mais clara e forte, é possível trazer à mente pessoas mais desafiadoras, com quem você está passando por situações de conflito, oferecendo os mesmos desejos de felicidade a ela.

  • Que assim como eu, você seja feliz

  • Que você seja tocado pela bondade amorosa

  • Que você seja livre de sofrimento físico e mental

  • Que você viva em paz e harmonia

 

Todos os seres querem ser felizes e não querem sofrer. Esse é um desejo universal. 'Que todos os seres, em todos os lugares, conhecidos e desconhecidos, distantes ou próximos, sejam felizes e vivam em paz e harmonia.'

Deixe que a prática se desenvolva lentamente, frase por frase, dia após dia. Os nossos corações vão se voltar para um sentimento de cuidado, um coração aberto que se importa com todas as formas de vida. Quando nos familiarizamos com a prática, nós descobrimos manifestações espontâneas da bondade amorosa. Metta, ou bondade amorosa, é a intenção da boa vontade. Ela é reconhecida pela ausência de má vontade, ressentimento e egoísmo na mente. Metta não é limitado a somente recitar ‘Que você seja feliz’. Não é uma recitação mágica. Nós usamos as frases meramente para nos lembrarmos das verdades mais profundas do amor e da conexão. Metta é mais penetrante e mais natural do que qualquer palavra que possamos usar. Palavras são apenas indicadores da capacidade profunda do coração humano de se entregar ao amor completo e puro.

Comece a notar momentos do dia que seu coração está em paz, em conexão com a vida. A maioria das pessoas passa muito tempo contemplando seus próprios problemas e limitações, e perdem a oportunidade de encontrar paz na dimensão imensurável do amor. Ame todos os dias, todos os minutos. Não limite a prática da bondade amorosa apenas aos momentos em que você está sentado quieto. Assuma o grande risco de amar a vida em todos os momentos. Ame tudo da vida, enquanto passeia com seu cão, enquanto se exercita, enquanto espera um ônibus, nos shopping centers, em todos os lugares que você for, você pode cultivar uma intenção do cuidado e da boa vontade em silêncio.

 

Todos os momentos em que abandonamos nossa preocupação excessiva sobre nós mesmos e as inadequações dos outros, nós nos abrimos para uma verdade do amor que é vasta e vai além das palavras, que vai além de qualquer insatisfação ou conflito.

Contato:

Carolina Galvani

Email: carol.galvani@gmail.com

Cel/Whatsapp: (17) 99196 0418

SIGA-NOS

  • Facebook Social Icon