Programa de atenção plena

semana 6

TEMA DA SEMANA: Toda a Felicidade está na sua mente

"Ame todos os dias, todos os minutos. Não limite a prática da bondade amorosa apenas aos momentos em que você está sentado quieto. Assuma o grande risco de amar a vida em todos os momentos " - Shaila Catherine

Nesta semana vamos mergulhar na bondade amorosa, uma prática de começarmos a espalhar a compaixão para nós mesmos e para o mundo. Estudos conduzidos pela Universidade de Wiscosin mostram que monges que praticam a meditação da compaixão tem altos níveis de atividade cerebral, que indicam estados de concentração, atenção, plenitude e felicidade. Você pode ler mais a respeito sobre o monge que ficou conhecido como o homem mais feliz do mundo enquanto praticava a prática da compaixão aqui.

E enquanto vamos alegrar nossas mentes, vamos também começar a notar que a nossa felicidade está mais dentro de nós do que fora. Fique atento esta semana. Em dias que você está irritado, como vê e reage a outras pessoas?  E em dias que está feliz, como vê o mundo ao seu redor? Muitas vezes é o nosso estado mental, e não as outras pessoas e as coisas externas, que determinam a nossa felicidade. Como diz a monja do vídeo desta semana, Gen Kelsang Nyema: "Toda a felicidade está em sua mente". E que: "A meditação é um ato mental. Uma ação mental de se concentrar em um estado de espírito positivo e tranquilo".

Com a bondade amorosa, vamos praticar a concentração no amor, na bondade e na compaixão. E cultivar esses estados tem um potencial enorme de alegrar nossas mentes, e nossas vidas.

Boa semana e boa prática!

1. Práticas Principais

  • Link para escutar a meditação guiada no site ou fazer download: www.semeandopaz.com/audio

  • Praticar seis dias da semana. Praticar a bondade amorosa pelo menos três vezes na semana. Alternar ou combinar com suas práticas de preferência. 

2. Prática Informal

Pausas da bondade

Em três momentos aleatórios do dia (você pode colocar o alarme para tocar para se lembrar), pare e faça uma mini-prática da bondade amorosa. Coloque a mão em seu coração e repita: 'Que eu seja feliz, que eu seja saudável, que eu viva em paz'. Sinta o sentido e o sentimento dessas palavras ecoando em todo seu corpo. Depois, envie para o mundo todo: 'Que todos os seres sejam felizes, que todos os seres sejam saudáveis, que todos os serem vivam em paz'.

Você pode também usar outras frases, como: que eu viva com segurança, que eu seja amado, que eu seja livre do estresse, que eu seja livre do sofrimento físico e mental, que eu seja mais bondoso comigo mesmo, que eu seja mais calmo. Simplesmente, escolha três, as que fazem mais sentido para você. O que você desejar para você, você deseja para o mundo.

 

 

3.  Leitura da Semana

 

Cultivando Metta: O poder da bondade amorosa 

Por Shaila Catherine 

O que é a bondade amorosa? 

A bondade amorosa é uma intenção simples e clara de boa vontade. Metta é o termo em Pali que geralmente é traduzido como bondade amorosa. O termo é derivado da palavra Mitra, que significa amizade profunda. Metta é uma qualidade do coração que abraça a vida sem conflito – uma amizade profunda com a vida. 

 

Metta é uma atitude de não conflito ou contestação. Uma qualidade maravilhosa para trazermos para nossa vida. 

  • Como seria viver neste mundo sem conflito ou contestação? 

  • Como seria viver a vida sem demandar que ela fosse diferente do que é? 

  • Se importar com o bem estar dos outros independentemente deles virem de encontro às nossas expectativas, ou desejos? 

 

Imagine a profundidade, de confiar em você profundamente, de saber que você é capaz de fluir a bondade amorosa para todos os seres... 

  • Para todos os que gostamos, assim como para os que não gostamos 

  • Para aqueles que nos ajudaram, e para aqueles que nos machucaram 

  • Independentemente de preferências.

 

Nós cultivamos a bondade amorosa como um convite gentil de abrirmos nossos corações e nos conectarmos mais profundamente e claramente com tudo em nossas vidas, e permanecer em um estado absoluto e maravilhoso de um relacionamento sem conflito com todos os seres. Não é incomum escutar as pessoas descreverem a dor de um coração fechado ou contraído. Desejar viver em conexão, livre de medos e alienação é uma motivação forte para nossa prática de meditação.

 

A contração em torno de mim e do que eu quero, as histórias de quem fez o quê contra mim e que isso não foi justo, a apreensão sobre o que eu sinto ou o que eu mereço, e a armadura que tecemos em torno de nossos corações... Tudo isso se derrete no campo da bondade amorosa. A bondade amorosa abraça todos os seres e todas as condições, sem exceção.

 

A bondade amorosa é um fator mental que pode ser cultivado.

Nós praticamos a bondade amorosa para reforçar essa atitude. É importante entender que a bondade amorosa é um fator mental e não um sentimento. Nossos sentimentos tendem a mudar rapidamente – nos sentimos bem quando as coisas estão indo como queremos e negativos quando enfrentamos eventos que não queremos ou que são dolorosos. Já a bondade amorosa é uma força do coração que pode se manter estável na presença de eventos prazerosos ou não prazerosos. Às vezes não sentimos que nosso coração está aberto, mas com um compromisso de não odiar e de nos dedicarmos a cuidar de todos os seres, nós expressamos a bondade amorosa e a intenção da boa vontade em eventos desafiadores.

4. Vídeo da Semana

Gen Kelsang Nyema no TED: Toda a felicidade está em sua mente